Você está em: Objetivo / Saiba mais / História do chocolate

História do chocolate


Não se sabe ao certo onde teria nascido o chocolate, mas conta a lenda que a origem mais provável seria no México, talvez no extinto Império Asteca, por volta de 1.500. Há notícias também que os Olmecas ou os Maias ou, ainda, os Toltecas tenham conhecido o chocolate muito antes deles.

Cristóvão Colombo, o famoso navegador que descobriu a América, é quem leva parte da fama de ser um dos primeiros europeus a saborear o chocolate em uma de suas viagens à Ilha de Guanaja, em 1502. Naquela época, o chocolate era chamado de tchocolatl e tinha valor, inclusive, como moeda local.

Depois de Colombo, um conquistador espanhol chamado Hernán Cortés também provou da iguaria no México. Mas essa especialidade, tal como a conhecemos hoje – uma mistura de cacau, açúcar e leite, não é a mesma que eles provaram: uma bebida amarga e fria, feita com cacau e com pimenta.

Mesmo com esse gostinho pouco atrativo, Cortés tratou logo de enviar um pouco das sementes do cacaueiro e da receita (é claro!) para o seu país. Lá chegando, tiraram a pimenta e, no lugar dela, acrescentaram açúcar e canela, mantendo a sete chaves esse segredo de fabricação.

Um dia, a receita, ainda em forma de bebida, deixou de ser secreta, e daí foi difícil segurar sua popularização e a pesquisa para que, com o uso da tecnologia, de líquida virasse sólida, transformando-se no doce mais gostoso que existe na face da Terra.